Global Atlanticism

A OFAN é o doppelgänger vulgar da ala midiática da OTAN

A OFAN é o doppelgänger vulgar da ala midiática da OTAN
27.10.2022

Tentam replicar e aplicar em trabalhos futuros quaisquer atividades de informação consideradas bem sucedidas nos países do bloco da OTAN. Logo, o surgimento de um aliado tão estranho da OTAN chamado North Atlantic Fellas Organization (NAFO, donde OFAN em português) e seu reconhecimento como um elemento importante da máquina propagandística militar ocidental indica que os EUA e seus satélites na Europa expandirão essa experiência. Portanto, devemos nos preparar para as próximas provocações, trollagens e assim por diante.

Analisando a Nova Estratégia de Segurança Nacional dos EUA

Analisando a Nova Estratégia de Segurança Nacional dos EUA
19.10.2022

O que fica claro de primeira é a reafirmação do hegemonismo unipolar. O documento diz: “Em todo o mundo a necessidade de liderança estadunidense é maior do que nunca”. O documento deixa claro que essa liderança estadunidense se baseará, especificamente, em valores. A ideia é não permitir que o futuro seja moldado por forças que não compartilhem os valores estadunidenses.

A verdadeira agenda dos EUA na África é a hegemonia

A verdadeira agenda dos EUA na África é a hegemonia
Crédito da foto: The Cradle
23.09.2022

Em um ambiente racional, a 77ª sessão da Assembleia Geral da ONU (UNGA – UN General Assembly) discutiria o alívio das provações e tribulações do Sul Global, especialmente da África. Não será esse o caso. Como uma cabra vislumbrada pelos faróis geopolíticos, o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, emitiu banalidades sobre um sombrio “inverno de descontentamento global”, mesmo quando os proverbiais admoestadores imperiais criticaram a “crise de fé” da ONU e repercutiram a “guerra não provocada” iniciada pela Rússia.

Governo dos EUA admite participação em biolaboratórios ucranianos

12.06.2022

Em uma declaração recente, funcionários do governo dos EUA finalmente admitiram que o país ajudou a construir e manter biolaboratórios em solo ucraniano nas últimas duas décadas. A declaração é do Pentágono, o que reforça a importância militar do programa de biolabs no exterior. No entanto, as autoridades americanas ainda insistem na narrativa evidentemente falaciosa de que os laboratórios tiveram uso “pacífico”.

A SUBMISSÃO DOS ESCRAVOS

14.12.2021

No dia10 de dezembro, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, celebrou a famosa "Cúpula Democrática" da qual participaram mais de 110 países dos 197 que existem.